Anéis de cebola (Onion rings)


Devo confessar que essa foi uma daquelas receitas que deram meio certo – fazia tempo que não postava uma dessas aqui, não é? E a metade que deu certo foi porque comemos muitos aneizinhos de cebola! Não sei se porque estávamos famintos, porque Marido é bondoso e comeu tudinho sem reclamar ou se porque estava realmente bom, mas não fiquei totalmente satisfeita com minha primeira tentativa de onion rings. Juro que a próxima será bem melhor. (Falou a voz da experiência)

Quem disse que fazer fritura – sem uma fritadeira – é fácil? Estrategicamente esperei um dia que estaria sozinha em casa por longas horas, organizei todos os ingredientes e acessórios, desliguei todos os aparelhos eletrônicos, li e reli a receita (minúscula) quatrocentas vezes e fiz todas as ligações necessárias – mamãe, papai, titio, titia, cobrador, Jamie Oliver –  para que não houvessem interrupções no momento da guerrilha. A receita, que é do Chuck, mas que vi aqui no blog da Milenna, é muito, muito simples. Mesmo assim foi uma bagunça só! Mas tudo bem, tirando as marcas dos respingos de óleo, foi divertido.

Esse é o tipo de receita que, tenho certeza, vai se aperfeiçoando com a prática. A única coisa ruim é ter que esperar a nova onda de coragem para querer fazê-la novamente. Mas nem tudo são espinhos (e respingos): a verdade é que fica muito, muito saborosa!

Fiz algumas alterações na original e da próxima vez que eu fizer colocarei gelo na mistura líquida para que permaneça fria por mais tempo (o que facilita na fritura e dá a crocância da massa) e fatiarei a cebola bem mais fininha. Ah, vocês ficarão surpresos com o “segredinho” que vai na massa!

Anéis de cebola

Ingredientes
2 Cebolas cortadas em rodelas
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
1 ovo
1 colher de chá de curry (ou outro tempero de sua preferência)
1 lata de água tônica bem gelada
Sal
Pimenta

Para o molho
1 colher de mostarda Dijon
1 colher de mel de abelha
50ml de leite
Sal a gosto

Modo de preparo
Separe os anéis das cebolas com cuidado para que fiquem intactos. Reserve. Em uma tigela grande, misture a farinha, o ovo, o curry e a água tônica, temperando com sal e pimenta. Misture bem para não ficar empelotado. Mergulhe as rodelas de cebola na tigela e frite-as em uma panela com óleo bem quente.
Para o molho: misture os ingredientes e sirva com os anéis de cebola.

Esse post foi publicado em Na cozinha. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Anéis de cebola (Onion rings)

  1. Delícia!!! Num daqueles dvds que passei pra ti tem ele fazendo esses anéis, ficaram muito bons, Ju!!! O molho você fez com iogurte?🙂

  2. jucampelo disse:

    É mesmo, Lu?! Nem vi. Que coincidência! Acho o Chuck um tanto quanto…elétrico hehehe mas algumas coisas dele eu gosto.
    O molho eu fiz com mostarda, mel e leite. (eu tinha postado aqui com o requeijão, mas agora já corrigi, pois lembrei que usei foi leite rsrs.)

    Beijos😉

  3. Lylia disse:

    QUe delícia!
    Boa semana pra vc.
    Lylia

  4. Macho Gourmet disse:

    Oi Ju.
    Vim retribuir a visita ao meu blog e apreciar o seu. Ai… dei de cara com essa receita do Onion Rings que eu ia postar outro dia, mas resolvi dar mais trabalho pros machos de plantão e, botei eles pra fazer o Bloomin’ Onion do Outback. kkkkk Se quiser a receita, tá no link abaixo.
    Quanto ao Guacamole, é fácil de fazer. Basta escolher o abacate no ponto certo: maduro, mas ainda firme. Se tiver muito mole ele fica com um gosto estranho. Vou esperar as fotos do seu pra poder comentar. ;o)
    Abração enorme e muito sucesso!
    Túlio

    Link do Bloomin’ Onion (com restrições orçamentárias): http://machogourmet.blogspot.com/2011/06/petisco-de-macho-bloomin-onion-com.html

    • jucampelo disse:

      Olá, Túlio! Eu já tinha visto a sua receita para o Bloomin’ Onion e adorei! Eu também lembrei dessa minha de onion rings quando vi! rsrs.

      Adoro comida mexicana e farei o seu guacamole assim que tiver uma boa oportunidade!

      Beijos e obrigada pela visita.
      😉

      Ju

  5. Milenna Gomes disse:

    Ju, dicas anotadas! Acredita que até hoje não tive coragem de fazer essa receita? Fico imaginando a quantidade de olho que vou precisar usar e a minha aorta forrada de gordura.🙂 Mas, uma vez na vida não mata, né? E se você tá dizendo que ficou bom…

    Brigada pela citação.
    Beijo!

    • jucampelo disse:

      Oi Mi! Acho que vale a pena tentar fazer uma vez ou outra sim. pelo menos em casa a gente sabe que o óleo é novo, é o que a gente escolheu etc. né?
      E ficou muito bom, sim.
      Volte sempre!
      Beijos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s